Na madrugada, Câmara articula anistia ao caixa 2

O pacote anticorrupção relatado pelo deputado Ônix Lorenzoni (DEM-RS) prevê que os candidatos que receberem ou usarem doações que não tiverem sido declaradas à Justiça eleitoral irão responder pelo crime de caixa dois, com pena de dois a cinco anos de prisão.

Ocorre que isso preocupou grande parte da classe política, que se reuniu no gabinete do presidente da Câmara, Rodrigo mais (DEM-RJ) para discutir o projeto, buscando que se deixasse claro no texto que os atos praticados em eleições anteriores ficariam anistiados e não seriam enquadrados na nova tipificação criminal.

Com a chamada ‘Delação do Fim do Mundo” fechada com executivos da Odebrecht, deve ter muita gente sem dormir. Fato é que caixa 2 sempre foi rotina na política brasileira.

1 Comment on Na madrugada, Câmara articula anistia ao caixa 2

  1. I’m impressed, I have to admit. Rarely do I encounter a blog that’s both equally educative and engaging, and let me tell you, you have hit the nail on the head. The problem is an issue that not enough men and women are speaking inlleligentty about. I am very happy that I stumbled across this during my search for something regarding this.

Leave a Reply

Your email address will not be published.




}