Morre um dos maiores financiadores do aborto e do feminismo – David Rockefeller

Morreu nesta segunda-feira (20) aos 101 anos o bilionário americano, patriarca de uma uma das mais influentes dinastias do Ocidente, David Rockefeller.
Neto de John D Rockefeller – fundador da Standart Oil – é conhecido como um grande filantropo, tendo chego a doar US$ 2 bilhões de seu patrimônio para organizações como o Museu de Arte Moderna de Nova York e a Universidade Rockefeller.
Mas, além das ‘boas ações’, as fundações da família são também das principais financiadoras de movimentos de Esquerda no mundo, participando ativamente na formação de opinião e no projeto de mudança cultural no Ocidente.

David Rockefeller sempre foi envolvido em projetos dedicados à diminuição populacional no mundo e este era certamente o mote de sua vida. Após desenvolver diversos programas globais para distribuição de anticoncepcionais, concluiu que isso não seria suficiente. O controle de natalidade deveria dar-se pela via cultural, desencorajando as mulheres de ter filhos e, para isso, usou como ferramenta a teoria marxista de que a família é a forma primordial de opressão da humanidade. Por isso foi um dos maiores financiadores de movimentos esquerdistas no mundo, incentivando as correntes que se propõem a destruir a instituição familiar.

Assim, nasce o casamento químico macabro dos metacapitalistas com os marxistas. O resultado disso é a ideologia de gênero, o culto ao divórcio, o abortismo, o sexo banal e a erotização infantil, enfim, toda ordem de aberrações morais que compõem nossa decadente cultura no século XXI.
00V

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.




}
AllAccessDisabledAll access to this object has been disabledE912067A89C6A70398A/VmUDFaqx/cnWuNB6D48V8RTjW9+77p6pWul5mh4SQFy2vpFsp73V7jK8fj0gaKYLEDhnt5U=